O Google quer dar o troco para Microsoft

googlelinuxGoogle anuncia o futuro lançamento do que já foi conteúdo de muito boato. Sem muitas explicativas técnicas a sua proposta é fazer o navegador engolir o sistema operacional usando o Linux para isso.

Se antes o Google parecia evitar o conflito direto com a Microsoft a ordem agora é colocar no ar em um ano o que deverá ser um grande golpe no terreno rival.

Me arrisco a dizer que internamente essa é uma decisão recente para um assunto recorrente e que pode ter sido motivada após o sucesso de crítica que a Microsoft conseguiu com lançamento do Bing.

Confira agora a tradução dos 2 posts do Google em relação ao Google Chrome OS. Estas são as únicas informações reais sobre o assunto até então. Estarei marcando de vermelho o que considero mais relevante e vou abordar os temas que marquei logo em seguida.

Introduzindo o Google Chrome OS
7/07/2009 09:37:00

Fazem nove meses emocionantes que lançamos Google Chrome. E agora mais de 30 milhões de pessoas o utilizam regularmente. Desenhamos o Google Chrome para as pessoas que vivem na web a pesquisa de informações, checando os e-mails, que desejam se manter em contato permanente com as notícias, fazer compras ou simplesmente ficar em contato com os amigos. No entanto, os sistemas operacionais que executam os navegadores foram concebidas em uma época onde não havia internet. Diante disso, hoje, estamos anunciando um novo projeto que é uma extensão natural do Google Chrome. O Google Chrome Operating System. Essa é a nossa chance de re-pensar como os sistemas operacionais devem funcionar

O Google Chrome será um sistema operacional de código aberto, leve que inicialmente será orientado para netbooks. Ainda este ano vamos abrir seu código-fonte e netbooks rodando o Google Chrome Operating System estarão disponíveis para os consumidores no segundo semestre de 2010. Estamos conversando com parceiros sobre o projeto mas estaremos em breve trabalhando também com a comunidade de Software Livre, por isso neste momento desejamos compartilhar nossa visão para que todos compreendam o que estamos tentando realizar.

Velocidade, simplicidade e segurança são os aspectos-chave do Google Chrome OS. Nós estamos projetando um sistema operacional que seja o mais rápido possível para levar você para a web em poucos segundos quando for iniciado. A interface do usuário será mínima para permanecer fora do seu caminho, e a maior parte do que o usuário vai precisara estará na web. Como fizemos para o navegador Google Chrome, vamos voltar para o básico e redesenhar completamente a arquitetura de segurança do SO, para que os usuários não tenham de lidar com vírus, malware e atualizações de segurança. Isso deve funcionar.

Google Chrome OS vai funcionar x86 e ARM chips e estamos a trabalhando com vários OEMs para trazer uma série de netbooks ao mercado no próximo ano. A arquitetura do software é simples. O Google Chrome vai rodar dentro de um sistema de janela no topo de um kernel Linux. Para aplicações de desenvolvimento a web será a plataforma. Todas as aplicações baseadas para web irão funcionar automaticamente e novas aplicações poderão ser escritas utilizando o sua tecnologia web preferida. Evidentemente estes aplicativos serão executados não só no Google Chrome OS, mas seguindo os padrões em qualquer navegador para Windows, Mac e Linux dando aos desenvolvedores a maior possibilidade de usuários em qualquer plataforma.

Google Chrome é um projecto novo, separado do Android. O Android foi concebido desde o início para trabalhar entre variedade de telefones e os netebooks. Google Chrome OS está sendo criado para pessoas que gastam a maior parte do seu tempo na web, e está sendo concebido para computadores desde pequenos netbooks como para desktop tradicional. Embora existam áreas de interseção onde o Google Chrome OS e Android trabalham, acreditamos que esta decisão irá impulsionar a inovação para o benefício de todos, incluindo o Google.

Escutamos muitos de nossos usuários e a mensagem é clara. Computadores precisam melhorar. As pessoas querem chegar seus e-mails instantaneamente, sem perder tempo à espera de seus da inicialização de seus computadores. Eles querem que seus computadores executem sempre tão rapidamente como quando foi comprado. Eles querem seus dados acessíveis de onde quer que estejam e não se preocupar em perder tempo ou esquecer de fazer backup de arquivos. Ainda mais importante, eles não querem gastar horas configurando seus computadores para trabalhar com cada nova peça de hardware, ou se preocupar com constantes atualizações de software. Sempre que nossos usuários têm experiência melhor com informática, será um benefícios do Google ter usuários felizes e mais propensos a gastar o tempo na Internet.

Temos muito trabalho a fazer, e definitivamente vamos precisar de muita ajuda da comunidade de software Livre para chegar nesta visão. Estamos animados para o que está por vir e  esperamos que você também esteja. Fique atento para mais atualizações no outono e tenham um grande verão.

Pitacos informáticos

1.sistemas operacionais que executam os navegadores foram concebidas em uma época onde não havia internet
É uma forma elegante de dizer que os sistemas operacionais atuais não são bons o suficiente para rodar o browser do google, mas ao mesmo uma desculpa bonita de se ler.

microsoft-vs-google-the-battle

2. um sistema operacional de código aberto, leve que inicialmente será orientado para netbooks
Isso não chega a ser uma novidade. Já existem distribuições livres orientas para netbooks como o Ubuntu Remix, que cumpre muito bem o trabalho com netbooks. Vale considerar a importância que o Google esta dando aos netbooks que estão ganhando livre espaço. Mas isso se deve também ao fato de que se o objetivo é ser leve a maior prova será rodar nos netbooks.

3. segundo semestre de 2010
É bastante tempo para lançar o que já existe e esta livre na web. Por isso acredito que a decisão seja recente  este é somente o tempo necessário para poder embarcar o sistema nos netbooks.

4. trabalhando também com a comunidade de Software Livre
Chovendo no molhado.

5. um sistema operacional que seja o mais rápido possível
Interessante.

6. usuários não tenham de lidar com vírus, malware e atualizações de segurança
Quanto aos vírus e malware não é muito complicado se o Windows for evitado, já as atualizações de segurança será que elas não são realmente importantes?

7.vários OEMs para trazer uma série de netbooks ao mercado no próximo ano
Será que finalmente teremos uma distro em Linux bem instalada em um computador saíndo da caixa?

8.kernel Linux
Apenas uma citação sobre o Linux em todo post.

9. a web será a plataforma
É mesmo? :)

10. Aplicações poderão ser escritas utilizando o sua tecnologia web preferida
É mesmo? II :)

11.Google Chrome é um projecto novo, separado do Android
Esse é um ponto importante do e-mail.  Parece que o Android não esta indo muito bem e chegou a a hora de pular os telefones e ir direto para os computadores de verdade.

E logo depois saiu um outro post do Google sobre o assunto:

Google Chrome OS – FAQ
Quarta-feira, 8 de julho de 2009 | 1:53

Estamos recebendo uma série de perguntas em referência à nosso post “Introduzindo o Google Chrome SO , por isso, aqui estão algumas das perguntas mais frequentes e de acordo com nossos padrões  e estaremos em breve postando outras perguntas.

O Google Chrome OS é gratuito?
Sim. O Google Chrome é um sistema operacional de código aberto e estará disponível para uso, sem nenhum custo.

O que o Google está trabalhando com quais empresas para apoiar o Google Chrome SO?
Google Chrome SO equipe está trabalhando atualmente com empresas de tecnologia para projetar e construir dispositivos que proporcionem uma extraordinária experiência do usuário final. Entre outras, estas empresas incluem a Acer, Adobe, ASUS, Freescale, a Hewlett-Packard, Lenovo, Qualcomm, Texas Instruments, e Toshiba.

Eu sou um programador. Como eu posso trabalhar com vocês?
Obrigado pelo seu interesse. No próximo ano  código fonte do Google Chrome SO será aberto. Estamos ansiosos para trabalhar com a comunidade open source e fazer o nossa própria pequena contribuição para o grande trabalho que está sendo feito lá fora. Por favor, fique atento.

Se você está interessado em uma posição em tempo integral como engenheiro de software, visite as páginas de empregos e indique que você está interessado em Chrome.

Atualização em 7/8/2009: Atualizada a lista das empresas que estão trabalhando em parceria.

Postado por Sundar Pichai, VP Product Management e Linus Upson, Diretor de Engenharia

google-windows-chrome-wave-logo

Pitacos informáticos II

1. sem nenhum custo.
A Microsoft agradece!

2.Acer, Adobe, ASUS, Freescale, a Hewlett-Packard, Lenovo, Qualcomm, Texas Instruments, e Toshiba.
Destes possíveis parceiros o que pode mais se destacar é a Adobe, que no momento não deve estar muito satisfeita com o lançamento do SilverLight e pode encontrar no Google um grande parceiro. A Toshiba é na mina opinião a melhor marca de notebooks e a tempos já trabalha bem o sistema operacional que embarca. Ficou faltando a Intel, e não entendo o porque pois a pouco tempo atrás a Intel estava para lá de Sofware Livre.

A Microsoft terá de fazer melhor que nesse comercial para sair bem dessa vez. Confira abaixo o recente comercial do Internet Explorer

2 ideias sobre “O Google quer dar o troco para Microsoft

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>